Sexta-Feira, 21 de janeiro de 2022

ESTUDO BÍBLICO #170

SEXTA-FEIRA, 21 DE JANEIRO DE 2022

TEMA: O MISTÉRIO DA CEIA

DAS BODAS DO CORDEIRO

Dr. William Soto Santiago

Domingo, 21 de dezembro de 1997

(Segunda atividade)

Austin, Texas, Estados Unidos

Escritura: Apocalipse 19:7-9

 

A CONGREGAÇÃO

DOS PRIMOGÊNITOS INSCRITOS NO CÉU

Dr. William Soto Santiago

Terça-feira, 2 de dezembro de 1997

Bogotá, Colômbia

Nossas almas vieram de Deus, vieram da sétima dimensão; e assim como Jesus dizia: “Vim de Deus e regresso a Deus.” [São João 16:28] Assim é para cada filho e filha de Deus, para cada primogênito escrito no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro.

Cada um dos primogênitos de Deus veio a esta Terra no meio de uma raça caída; e por isso tomamos corpos mortais e espíritos do mundo, e por isso se requereu um novo nascimento, o qual obtemos ao crer em Cristo como nosso Salvador, e lavar nossos pecados no Sangue de Cristo, e receber Seu Espírito Santo; e assim recebemos o espírito da sexta dimensão, esse corpo teofânico; para depois, no Último Dia, receber o corpo físico e eterno que Cristo prometeu para cada um de vocês e para mim também. E isso é a adoção dos filhos e filhas de Deus, dos primogênitos de Deus, primogênitos de Deus escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro.

(…) Agora podemos ver que esse é o grupo mais importante do planeta Terra: a congregação dos primogênitos de Deus inscritos nos Céus, no Livro da Vida do Cordeiro.

E agora, vocês vejam como o nome de cada um de vocês, e também o meu, está escrito no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, desde antes da fundação do mundo; porque Deus no primeiro que pensou foi nesses primogênitos. Por isso são os primogênitos: porque são as pessoas, nas primeiras que Deus pensou para trazê-los para existência; e por essa causa, desde antes da fundação do mundo estávamos como um pensamento, como um atributo na mente de Deus; e daí nós viemos.

E por isso é que tivemos o direito de obter um corpo teofânico; e para isso se requeria o novo nascimento. E para poder efetuar o novo nascimento se requeria que Jesus Cristo viesse em carne humana: O Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, Elohim, Melquisedeque, o Deus de Abraão, do Isaque e de Jacó, que libertou o povo hebreu do Egito, se requeria que viesse em carne humana.

E veio em carne humana e foi chamado Jesus; para Seu corpo físico morrer na Cruz do Calvário levando nossos pecados, para que nós possamos viver eternamente, para que nós sejamos restaurados à vida eterna, e possamos obter o corpo eterno da sexta dimensão, que é o corpo teofânico ou espírito teofânico.

(…) Agora, vejam vocês, a única coisa que salvou o povo hebreu da morte de seus primogênitos foi a morte do cordeiro que cada um tinha em sua casa, e seu sangue aplicado na verga das suas portas; a morte não podia entrar ali.

E agora, para os primogênitos de Deus escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, Deus proveu um cordeiro: o Cordeiro de Deus, Jesus Cristo; e Seu Sangue sendo aplicado na verga da porta da nossa alma, do nosso coração; e nós comendo Sua carne.

E dentro da Casa onde está esse Cordeiro — que é a congregação dos primogênitos — a morte não pode matar esses primogênitos, o diabo não pode matar esses primogênitos com morte; porque têm vida eterna por meio do Sacrifício de Cristo; e estão seguros (onde?) na congregação dos primogênitos de Deus.

Fora dessa congregação não estão seguros; porque a congregação dos primogênitos de Deus é a que tem o Sangue aplicado de Cristo na Porta; e a Porta é Cristo. Isso é na congregação, a Igreja, como Corpo Místico de crentes; e como indivíduos, pois temos o Sangue de Cristo aplicado na verga da porta do nosso coração.

(…) E vejam vocês como Deus tem em Sua mão esse Título de Propriedade, o Livro da Vida do Cordeiro; e vejam como depois Cristo toma. E vamos deixar aí; porque depois passa de Cristo a uma pessoa, o qual come esse Livro.

E quando passar a lista, e quando se chegar o momento…, vamos dizer, na Ceia das Bodas do Cordeiro, para a distribuição dos galardões: o Anjo Ministrador ali terá o Livro; pois é quem o recebe no tempo final, e quem o come; e chamará para que se apresentem diante de Cristo, para Cristo dar seu galardão a cada pessoa.

E por que estará um Anjo com Jesus Cristo ali? Porque esse será quem estará trabalhando com Ele, Seu administrador. Não diz a Escritura, falando do servo fiel e prudente, não diz: “Bem-aventurado aquele servo ao qual, quando seu senhor vier, o ache fazendo assim?”1 O ache fazendo como? Dando o alimento, a ração, a tempo, aos escolhidos de Deus. “Em verdade vos digo que sobre todos seus bens o porá.” E ali o vemos trabalhando com Cristo.

 

O TEMPO DE COMER O LIVRO DOS SETE SELOS

Dr. William Soto Santiago

Sexta-feira, 9 de junho de 1995

Cayey, Porto Rico

(Tomo 46)

Nós estamos em um tempo muito importante, no qual nos correspondeu comer o Livro dos Sete Selos. E a parte mais importante desse Livro é a que tem a ver conosco; porque é a parte que levará a perfeição o Corpo Místico de Cristo completo, na Obra que Cristo estará fazendo em Sua Igreja neste tempo final.

Por isso é tão importante estar comendo o Livro dos Sete Selos aberto; e por essa causa é que em São Mateus, capítulo 24, versículo 44 em diante, ao 47, Cristo diz:

“Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o seu senhor constituiu sobre a sua casa (ou seja, qual é o mensageiro fiel e prudente o qual pôs seu Senhor sobre Sua Casa…? Que é Sua Igreja), para dar o sustento a seu tempo?” A quem? À Família de Deus, aos membros do Corpo Místico do Jesus Cristo, à Igreja do Senhor Jesus Cristo. Para que lhes dê o alimento espiritual?

Quem é esse servo fiel e prudente o qual quando seu Senhor venha lhe ache fazendo assim? Qual é esse servo fiel e prudente o qual quando seu Senhor venha lhe ache dando o alimento espiritual do Livro dos Sete Selos, e sobre tudo o Sétimo Selo, lhes dando esse alimento espiritual?

Mas não somente fica dando o Sétimo Selo, que é o mais importante de todos, mas que também dá o conteúdo de outros selos; ou seja que revela também todas as coisas que passaram, que aconteceram no passado, as quais já estão reveladas; porque Deus as revelou ao sétimo anjo mensageiro, e essas coisas já são história.

Ou seja, que dará também história da Igreja do Senhor Jesus Cristo passando pelas sete etapas ou eras da Igreja gentia, e a mostrará no Templo espiritual de Cristo, no Lugar Santo; e logo mostrará à Igreja no Lugar Santíssimo no fim do tempo. Ou seja, que mostrará todo o Programa Divino que Cristo tinha para realizar em e com Sua Igreja do começo até o seu final. Ou seja que terá uma Mensagem completa, porque terá uma revelação completa do Livro dos Sete Selos.

 

A TRAJETÓRIA DO ESPÍRITO SANTO

Dr. William Soto Santiago

Domingo, 12 de janeiro de 2003

Cayey, Porto Rico

Durante o Reino Milenial haverá paz e amor entre os seres humanos, será um Reino que governará o mundo inteiro; e ninguém poderá pecar, porque o diabo estará atado e lançado no abismo.

Agora, podemos ver que na trajetória do Espírito Santo, o Espírito Santo esteve no Antigo Testamento; o encontramos lá em Gênesis sobre as águas se movendo; o encontramos no meio do povo descendente de Adão se movendo também, até Jesus; e já em Jesus o encontramos se movendo em um corpo de carne. Se moveu também através dos corpos de carne dos profetas, Cristo a Coluna de Fogo, o Espírito Santo.

Depois o encontramos vindo no Dia de Pentecostes, e o encontramos se movendo no meio da Sua Igreja; e o encontramos se movendo no meio das nações, chamando e buscando Seus escolhidos de era em era.

Nações, povos e línguas representam ou estão representados em águas, em mares ou um mar, portanto, o Espírito de Deus esteve sobre as águas, sobre nações, povos e línguas, produzindo uma nova criação, produzindo filhos e filhas de Deus.

Como a galinha quando está em seu ninho com — digamos — uma dúzia de ovos, qualquer pessoa poderá dizer: “Mas, e o que faz essa galinha aí?” Está chocando os ovos, os está incubando, para produzir muitos pintinhos, muitas aves, muitos frangos iguais a ela e o galo. E Cristo em Espírito Santo está produzindo filhos e filhas de Deus.

Cada vez que uma pessoa nasce de novo, cada vez que uma pessoa recebe o Espírito Santo: nasceu, quebrou a casca do ovo e nasceu um filho ou uma filha de Deus. O mesmo Cristo disse em uma ocasião (falando de Jerusalém): “Quantas vezes quis juntar seus filhos, como a galinha junta seus pintinhos, e não quiseste!2

Agora, encontramos o Espírito Santo em Sua trajetória, onde? No meio da Sua Igreja, produzindo filhos e filhas de Deus como fez em eras passadas, e nos ensinando todas as coisas que em breve hão de acontecer, neste tempo final; porque o Espírito Santo veio para guiar à toda justiça e à toda verdade, e para ensinar.

Ele é o Guia para a Igreja e para cada crente em Cristo; Ele é quem atua em cada crente a justificação, a santificação e o batismo do Espírito Santo; e Ele é o Selo do Deus Vivente.

(…) Que Deus recompense grandemente a todos vocês conforme for sua obra de cada um como indivíduo, e também faça comigo; porque se Ele prometeu, eu quero a recompensa que Ele prometeu.

Bom, se alguém não a quiser, então não vai se perder, Ele vai dar essa recompensa que alguém não quiser, a vai passar para alguém.

Quem sabem a quais ou a quem Deus passa o que outros não aproveitam? A quem passou o talento daquele que não fez nada com ele? Ao que tinha mais.

Assim para que Deus nos passe galardões de outros que não querem trabalhar, então trabalhemos muito, para ter muitos galardões; e que Deus continue nos dando mais galardões, bom, mais talentos.

Vejam, Ele acrescenta talentos às pessoas. Vocês algumas vezes veem uma pessoa que antes— como nós dizemos—não sabia, por exemplo: não sabia cantar, desafinava muito; mas é uma pessoa que gosta de trabalhar na Obra; e de momento você o escuta que já está cantando, que já a voz lhe serve. O que aconteceu aí? Deus deu um talento. Alguém não usou o talento.

E agora, algumas pessoas têm problemas, têm boas vozes e não cantam; e algumas vezes depois danifica a voz e já não servem para nada; mas essa bênção, Deus a passou a alguém. A um danificou a garganta, a voz, e a outro arrumou; quando o talento passou de um ao outro, as coisas mudaram para a pessoa.

Assim trabalhemos na Obra do Senhor o mais que pudermos. Neste ano vamos trabalhar como se este fosse o último ano que temos nestes corpos terrenos.

Não estou dizendo que será, mas temos que estar preparados sempre no ano que estamos vivendo, crendo que esse será o ano que vamos ser transformados; e o mês que vamos ser transformados, esperando que seja o mês que estamos vivendo; e a semana que vamos ser transformados, esperando que seja a semana que estamos vivendo; e o dia que vamos ser transformados, o dia que estamos vivendo. Sempre no presente.

(…) Eu já estou esperando que de um momento a outro, pois Deus me dê luz verde para falar algumas coisas; enquanto isso, estou armazenando (e há bastante armazenado); mas que dentre todas as coisas que estão armazenadas, vou dando o que Ele me permite dar; mas tenho outras que ainda não me foi permitido dar; mas estão seguras, estão muito seguras. E em algum momento (já seja em Porto Rico, em algum país) Ele vai dar essas coisas, e vai nos abrir também o entendimento para compreender.

Bom, já nestes dias viram o dos Anjos, o Arcanjo Gabriel, e também vimos o do Anjo que acompanhava o reverendo William Branham; vimos estas coisinhas. E vimos também o porquê também fala das Duas Oliveiras: Apocalipse, capítulo 11, que é o mesmo de Zacarias, capítulo 4, versículo 1 ao 14.

Bom, vimos que os Arcanjos de Deus: Gabriel e Miguel, assim como estiveram no meio do povo hebreu no Antigo Testamento, estiveram na Igreja do Senhor Jesus Cristo. Bom, vamos deixar isso quietinho aí, porque se se chega a falar tudo o que há aí selado, se abriria o Sétimo Selo completamente ao entendimento das pessoas; mas vamos deixar isso quietinho aí.

É que o mistério das Oliveiras, das Duas Oliveiras, de Moisés e Elias, que são os que soam a Sétima Trombeta de Apocalipse 11, versículo 15 em diante, diz o reverendo William Branham que a Sétima Trombeta é para Israel o mesmo que o Sétimo Selo para a Igreja; e também diz: “A Sétima Trombeta e o Sétimo Selo são a Vinda do Senhor”. Ou seja que se junta tudo, e então isso é a Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos. Veem?

Assim vamos deixar isso quietinho aí, não o vamos abrir mais do que está aberto ao entendimento até o momento; mas eu espero que Deus siga nos abrindo mais e mais as Escrituras, e também o coração, a alma e a mente para entender.

Impresso em Porto Rico

1 São Mateus 24:46

2 São Lucas 10:34