Sexta-Feira, 12 de novembro de 2021

ESTUDO BÍBLICO #150

SEXTA-FEIRA, 12 DE NOVEMBRO DE 2021

TEMA: DEUS NA BOCA DOS SEUS PROFETAS PARA ABENÇOAR O SEU POVO

Dr. William Soto Santiago

Sexta-feira, 19 de agosto de 1998

(Terceira atividade)

Pachuca, Fidalgo, México

Escritura base:    Gênesis 27:26-33

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 105

Por que clamas? Fala!

Jeffersonville, Ind., 14-7-63

Rev. William M. Branham

909 – “O que Moisés disse, Deus honrou. Eu quero que nunca se esqueçam dessa Palavra. O que Moisés disse, Deus honrou, porque a Palavra de Deus estava em Moisés. ‘Eu serei em sua boca; ela falará as coisas corretas’”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 165

Tratando de fazer a Deus um serviço

Shreveport, A., 27-11-65

Rev. William M. Branham

1470 – “Um profeta deve ser a boca de Deus falando, não seu próprio pensamento. Vejam vocês, ele está completamente rendido a Deus, ele não quer ferir nada, mas ele tem que dizer o que Deus diz, porque ele mesmo não tem controle disso”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 168

O Rapto

Yuma, Ariz., 4-12-65

Rev. William M. Branham

1502 – “Recorde, a quem vem a Palavra do Senhor? Aos profetas. Não aos teólogos, mas aos profetas. Ele é um refletor da Palavra de Deus. Ele não pode dizer nada quanto aos seus próprios pensamentos; somente pode falar o que Deus revela. Ainda lá com o profeta Balaão quando estava tratando de vender seus direitos como profeta, ele disse: ‘Como pode um profeta dizer algo além do que Deus põe em sua boca?’ É algo que Deus faz e não se pode dizer mais nada. E a pessoa assim é nascida, mas ninguém julga um profeta porque ele é absolutamente a Palavra de Deus. Ele é a Palavra em seu devido tempo, Deus se refletindo”.

 

FALANDO A PALAVRA

Dr. William Soto Santiago

Sexta-feira, 17 de junho de 1988

Santa Cruz da Serra, Santa Cruz, Bolívia

Agora, em cada era ou dispensação já vimos que tudo se realiza pela Palavra que um homem fala, porque Deus a colocou na boca desse homem; assim surgiram as eras e as dispensações. E por isso “não fará nada o Senhor, sem que antes revele Seus segredos a Seus servos os profetas”, para que eles falem essa Palavra, e o Programa Divino se realize.

Pela Palavra falada, o Mar Vermelho se abriu1. Pela Palavra falada, o Jordão se deteve quando os pés dos sacerdotes com a arca tocaram a água2 (e recordem que a arca também representa a Palavra). Pela Palavra falada, a tempestade cessou quando Jesus disse: “Emudece” à tempestade3. E pela Palavra falada as grades que encarceram as pessoas — no sentido espiritual ou religioso — se romperão, e ficarão livres no tempo final as pessoas que têm que ser libertadas4.

O sétimo mensageiro teve uma visão clara do que é a Palavra falada. E a Terceira Etapa é a Palavra falada, é a Espada do Rei; é essa Palavra que tem que ser falada no tempo final para que se realize todo o Programa Divino estabelecido para este tempo.

A liberação do povo, das pessoas, a ressurreição dos mortos, a transformação dos vivos, tudo isso está em liberação; por isso está representado no ano do jubileu ou de liberação.

E em nosso tempo somente podemos esperar uma coisa para que se torne possível tudo o que Deus prometeu para realizar no tempo final: só precisamos ouvir a Palavra falada correspondente a este tempo final. Quando escutamos isso, então na pessoa se realizará a materialização do que foi prometido para o tempo final; essa Palavra criadora criará o que Deus prometeu para cada pessoa.

Impresso em Porto Rico

1 Êxodo 14:21

2 Josué 3:14-16

3 São Marcos 4:39

4 Citações, pág 163, par. 1458