Domingo, 1 de novembro de 2020

ESTUDO BÍBLICO #43

DOMINGO, 1 DE NOVEMBRO DE 2020

TEMA: AS BODAS DA IGREJA COM

O FILHO DO HOMEM

Dr. William Soto Santiago

Domingo, 18 de janeiro de 1998

(Segunda atividade)

Cayey, Porto Rico

Escritura base: São Mateus 25:6-13

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 159

Cristo é revelado em Sua Própria Palavra

Jeffersonville, Ind., 22-8-65

Rev. William M. Branham

1418 – “Vocês veem estas pequenas bolsas passando pelo ar, os chamam ‘discos’, e demais. As pessoas tão… Melhor deixemos isso quieto. ‘Ouvem de todas estas pessoas que desaparecem?’ Dizem vocês. Não se ouve delas; estão parados ali, e não estão ali. Dessa maneira vai ser o Rapto. Um deles virá para baixo, e este corpo terrestre se vestirá com um corpo celestial. E eles serão… Ficará pele, cabelo, ou ossos; será transformado em um momento de tempo, descendo do espaço e levando isso à Casa. Vemos tudo isto acontecendo agora, e o Pentágono se perguntando sobre estas luzes, e luzes místicas, e tudo o que estão vendo no céu. Vocês viram que tinham uma aqui no jornal de Jeffersonville esta semana, e demais, ‘uma luz mística’. Assim, Oh, não sabem o que é isso. Mas escutem, filhinhos, os vão recolher, um destes dias. Veem? Veem? Não se preocupem. Recordem, Jesus disse: ‘Como foi nos dias de Sodoma’. O que aconteceu pouco antes de Sodoma? Deus desceu com uns Anjos, e tiveram um juízo de investigação. Disse: ‘ouvi o clamor, que é tão pecaminoso, tão grande, assim que Eu desci para averiguar se é totalmente a verdade ou não’. É correto isso? Observem Esse principal que ficou com o Abraão, pôde discernir os pensamentos que estavam no coração da Sara, atrás d’Ele. Agora vocês vejam ao redor só um pouquinho e notem, veem? Observem o que está fazendo, o mesmo hoje em dia. É um juízo de investigação. Pois, depois de um tempo, a Igreja, quando pode ficar nesse lugar, e toda semente tiver sido trazida ao seu lugar, terão desaparecido. Não saberão o que lhes aconteceu . Um estará indo em uma direção. Veem? Um estará indo à casa do pastor, e um estará indo para cá, ou para lá, e, quando menos pensarem, não estão ali. Porque Enoque o qual era o tipo: ‘Deus o levou, e não foi achado’. Desceram para investigar!”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 128

Festa das Trombetas

Jeffersonville, Ind., 19-7-64

Rev. William M. Branham

1143 -“Sob a Sétima Trombeta é para Israel mesmo que o Sétimo Selo foi para a Igreja”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 129

Festa das Trombetas

Jeffersonville, Ind., 19-7-64

Rev. William M. Branham

1152 – “Ele disse, em… ‘A Grande Trombeta soaria’. A Grande Trombeta! Não Trombetas agora, a festa das trombetas; há dois deles, Moisés e Elias, para chamar Trombeta. Mas, sob ‘a Grande Trombeta’, a Vinda do Senhor, para anunciar o regresso de José, veem? Para que todas as nações se congreguem em Jerusalém. Amém. Encontramos isso no livro de Isaías. Acabo de dar a vocês, faz um momento, um desses capítulos que lemos; isso está em Isaías 18:1 e 3. E em Isaías 27:12 e 13, é onde Ele soa essa ‘Trombeta’, e todas as nações reconhecerão Israel em sua terra, a Deus com ela. Em seguida a Noiva virá a estar com o Noivo, e o Noivo com a Noiva; e em seguida o grande Milênio, depois que tudo mundo é destruído por meio do poder atômico. E haverá ‘um céu novo e uma terra nova’, que viverá para sempre”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 166

O único lugar Provido de Deus para adorar

Shreveport, A., 28-11-65

Rev. William M. Branham

1485 – “Agora, eu estava envelhecendo e pensei: ‘Haverá outro avivamento, verei outro tempo?’ E só recordem, do oeste virá um cavaleiro em um cavalo branco. Cavalgaremos este caminho outra vez. Isso é correto. Tão pronto que… Estamos quase preparados. Vejam, é uma promessa”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 138

Perguntas e respostas Núm. 3

Jeffersonville, Ind., 30-8-64

Rev. William M. Branham

1235 – “O arrebatamento da Noiva será a mesma coisa. A Palavra que está em vocês, o corpo se materializará ao redor dessa Palavra, e a mesma coisa fez por Sara”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 110

O Sinal do Tempo da Unidade

Jeffersonville, Ind., 18-8-63

Rev. William M. Branham

957 – “Vemos as nações se unindo, o mundo se unindo, as Igrejas se unindo. Vemos a Noiva se unindo com a Palavra. Por quê? A Palavra é Deus. E como a Palavra… Como o Noivo (sendo a Palavra), e a Noiva (sendo ouvinte da Palavra), juntam-se em uma União. unem-se como um matrimônio. Vejam, eles estão se preparando para umas bodas, e eles se tornaram um. A Palavra se converteu em você e você se converteu em Palavra”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 110

O Sinal do Tempo da Unidade

Jeffersonville, Ind., 18-8-63

Rev. William M. Branham

958 – “Vejam, o tempo da unidade está à mão, porque Deus está juntando a Igreja para um rapto, para ir às Bodas para a Grande União: quando Deus e o homem se unam pela eternidade, quando as criaturas do tempo se unam com o eternal”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 110

O Sinal do Tempo da Unidade

Jeffersonville, Ind., 18-8-63

Rev. William M. Branham

959 – “E encontraremos que o tempo vem quando soará a trombeta, e aqueles Santos que dormem; que não podiam ser aperfeiçoados sem nós (há muitos irmãos hebreus), e quando eles vierem; se unirão juntos com os que vivem. A igreja unindo-se com a Palavra, então a igreja e a Palavra unindo-se, juntas, sendo uma. Os Santos mortos com os Santos vivos unindo-se, juntos para serem um; e todos vão se unir juntos com Cristo para a Ceia das Bodas do Cordeiro… E pensar de nós aqui parados (um momento, em um abrir de olhos, quando o mundo não perceber o que está acontecendo), mas repentinamente tu verás os teus seres amados aparecerem diante de você, teus seres amados que tinham ido vieram unir-se contigo outra vez. E seremos mudados em um momento, em um abrir de olhos, e seremos arrebatados juntos para ir encontrar o Senhor no ar”.

 

LIVRO DE CITAÇÕES – Pág. 135

Provando Sua Palavra

Jeffersonville, Ind., 16-8-64

Rev. William M. Branham

1199 – “Naquele dia o Filho do Homem será revelado’. O que? Para unir a Igreja à Cabeça, unir, o matrimônio da Noiva. O chamado do Noivo virá aqui por isso, quando o Filho do Homem descerá e virá em carne humana para unir os dois juntos. A Igreja tem que ser a Palavra. Ele é a Palavra e os dois se unem juntos; e para fazer isso, será necessário a manifestação da revelação do Filho do Homem. Não um clérigo. Veem o que quero dizer? Vejam, é o Filho do Homem, Jesus Cristo, que descerá em carne humana entre nós, e fará tão real Sua Palavra que isso unirá Ele com a Igreja, a Noiva, e então ela irá ao Lar, à Ceia das Bodas. Amém! Ela já está unida, veem? Vamos à Ceia das Bodas, não ao casamento. ‘… Encham vossa carne…, mesmos, de toda carne dos homens poderosos, porque chegaram as Bodas do Cordeiro’. Mas no Rapto é que subimos à Ceia das Bodas. Quando a Palavra, aqui, se une com a pessoa, e os dois se tornam um. E então o que faz? Manifesta o Filho do Homem novamente, não aos teólogos da igreja. O Filho do Homem! A Palavra e a Igreja se tornam um”.

 

LIVRO DOS SELOS

O Sexto Selo – Págs. 337-341

Rev. William M. Branham

43. Quero inserir isto aqui, se não estou tomando muito tempo, mas eu faço isto com um propósito, até que sinto que o Espírito vem sobre mim para me dizer o que devo dizer. Isto é uma coisa muito sagrada! Quem conhece estas coisas? Só Deus. E está provado na Bíblia que NÃO SERIAM reveladas, a não ser até este dia. Exatamente. No passado conjeturaram sobre estas coisas, mas agora devemos receber a Verdade vindicada.

44. Existiu uma grande companhia de carne de gado com seus escritórios instalados neste extremo do país, e os ranchos onde criavam o gado estavam lá no Oeste. Um dia o filho do presidente da companhia foi lá ao rancho para fazer uma visita de inspeção. Quem cuidava do rancho tinha umas filhas muito belas, e ao saber que vinha este homem importante, vestiram-se todas ao estilo do oeste.

(Continuação)

47. Então, continuando com o relato, estas jovens se vestiram o melhor possível para receber este homem, e cada uma abrigava a esperança de conquistá-lo.

48. Agora, também vivia neste rancho uma prima dessas moças, a qual era órfã. Ela fazia o trabalho forte da casa, porque as outras tinham que cuidar das suas unhas e não podiam lavar a louça para não danificar sua pele tão delicada.

49. Finalmente chegou este homem rico e o foram receber em sua carreta de cavalos, e tudo estava cheio de alegria. Essa noite tiveram um baile e ali estiveram todos os fazendeiros vizinhos, e todos estavam festejando; e esta festa se prolongou por uns dois ou três dias.

50. Então em uma das noites da festa, este jovem saiu para tomar ar fresco e para afastar-se um pouco destas moças. Ao olhar para o curral, viu uma jovem um pouco andrajosa que estava carregando uma vasilha de água suja onde tinha lavado a louça. Ele pensou: “Eu nunca vi esta moça antes. De onde terá saído?” E nisso se propôs chegar até onde ela estava.

51. Ao chegar diante dela, notou que estava descalça. Então ela se parou e baixou a cabeça, porque já sabia quem era aquele jovem, e ela não podia ocultar sua timidez na presença dele. Apenas era uma prima das outras jovens, cujo pai era quem cuidava deste enorme rancho [fazenda]. E ela permanecia com seu olhar para o chão, porque estava tão envergonhada de estar descalça. Então lhe perguntou: “Como te chamas?”. E ela disse seu nome. Em seguida lhe perguntou: “por que não está lá na festa com as demais?” Respondeu-lhe com certas desculpas. Então, na noite seguinte ele foi vê-la de novo. Enquanto todos estavam felizes com seu ruído e alvoroço, ele estava lá sentado no curral, esperando quando viesse esta jovem jogar a água suja. Quando ela chegou, disse: “Conhece o propósito verdadeiro de minha viagem aqui?”

52. Respondeu: “Não senhor, não sei”.

53. “Meu propósito ao vir para cá, foi buscar uma esposa, e em ti achei o caráter que elas não têm”. (Penso em minha Igreja quando digo isto). Disse: “Casarias comigo?”

54. Respondeu surpreendida: “Eu? Pois eu nunca poderia pensar em tal coisa. Ela sabia que este jovem era o filho do dono de todos esses ranchos, das máquinas empacotadoras e quantas coisas mais.

55. Ele disse: “Sim. É que não pude achar uma esposa a meu gosto em toda a cidade de Chicago de onde venho. Eu quero uma verdadeira esposa, uma esposa com caráter. E tudo o que estive buscando o achei em ti. Casas comigo?”

56. Respondeu: “Sim”.

57. Então disse que ia regressar. Disse: “Prepara-te. Dentro de um ano, a partir de hoje, eu voltarei por ti e te levarei para longe deste lugar, e então já não terás que trabalhar desta maneira. Iremos para Chicago, e te construirei uma casa como nunca vistes”.

58. Ela disse: “Pois eu nunca tive um lar; sou uma órfã”.

59. Ele lhe disse: “Pois eu vou te construir uma casa. Eu voltarei por ti”.

60. Ela começou a contar os dias, e se propôs a trabalhar em todo o possível para economizar suficiente dinheiro para comprar seu vestido de bodas (é um tipo perfeito da Noiva). Ela estava se preparando. Quando as primas viram o vestido de bodas que comprou, disseram: “Pobrezinha, tu na verdade pensas que um homem como esse vai ter algo que ver com uma pobre órfã como você?”

61. Ela lhes respondeu: “Mas ele me prometeu isso, e eu creio em sua palavra”.

62. “Pobrezinha, ele simplesmente está zombando de ti. Se ele tivesse vindo para esse propósito, teria escolhido uma de nós”.

63. “Mas ele me prometeu isso, e eu o estou esperando”. (Eu também).

64. Os dias continuaram passando rapidamente, e por fim chegou o dia assinalado. A certa hora ele ia chegar. Ela, pois se vestiu com seu vestido de Bodas, e mesmo que até esse dia não tinha voltado a ouvir nada dele, ela sabia que viria. Vestiu-se e preparou tudo. Agora sim estavam rindo dela, já que aquele jovem tinha vindo e nenhuma delas tinha ouvido nada disto, para elas era uma coisa muito misteriosa. E na verdade é assim ainda.

65. Mas esta jovem estava apoiada na promessa que ele tinha feito, de que voltaria por ela. E as primas estavam rindo e fazendo todo tipo de gozação, mas ela se manteve em calma, sem nenhuma vergonha. Estava totalmente limpa, vestida com seu vestido de bodas e tinha um buquê de flores em sua mão (vocês sabem, a Bíblia diz que “Sua Esposa se preparou”). Ali estava com suas flores na mão, lhe esperando. Diziam-lhe: “Já vês? Eu disse, ele não vem”.

66. Respondeu: “Ainda faltam cinco minutos. Ele chegará”. Continuaram com sua zombaria; mas ao passar os cinco minutos; começou se ouvir o galope dos cavalos correndo e as rodas rodando. A carruagem parou diante dela. Ela saltou do meio das primas e saiu correndo para a carruagem, ao mesmo tempo em que ele vinha se encontrar com ela. Então a recebeu em seus braços, e disse: “Amada, já tudo isto terminou”. Deixou as primas (as denominações) assombradas, e foi para Chicago ao novo lar que tinha sido prometido.

67. Eu sei de outro que também nos fez uma promessa semelhante, mas muito mais sublime: “Vou, pois, preparar lugar para vós. E se me for, e lhes preparar lugar, virei outra vez e os tomarei para mim mesmo: para que onde eu estou, vós também estejais”. Pode ser que outros digam que estamos loucos; mas, irmãos, para mim, durante este tempo quando os Selos estão sendo abertos desta maneira tão sobrenatural, quase posso ouvir o tic-tac daquele grande relógio que está marcando o tempo que terminará lá na eternidade; quase posso ver o Anjo em pé ali nos dizendo ao final da Mensagem do sétimo anjo: “O tempo não será mais”. Então essa Noiva tão leal tomará seu voo para se pousar nos braços de Jesus, e Ele a levará à Casa do Seu Pai.

Impresso em Porto Rico